Fernando Adoka marca presença no Google Cloud Summit Brasil

 

Entre os dias 08 e 09 de novembro, aconteceu o Google Cloud Summit Brasil que teve representação do SENAI Pirituba

Fabio Andreotti CEO da Google Brasil foi o responsável pela abertura do evento, que trouxe como premissa a drástica mudança de empresas da era da tecnologia para a era da digitalização.

 

 

O evento ocorreu entre os dias 08 e 09 de novembro e teve como assuntos principais, Cloud Computing, tecnologia Mobile e Social, Internet das Coisas, Big Data e as Machines Learnings, além de importante espaço para empresas startups e contou com a participação do professor de tecnologia da informação da unidade, Fernando Adoka.

 

Gleydis Salvanha diretora da Google, afirmou que toda empresa é uma empresa de dados e que “se você não sabe o que fazer com o dado, apenas guarde, uma hora saberá” e foi além, dizendo que “dados são hoje o novo petróleo”.

 

A Google está trabalhando através de quatro importantes pilares: Otimização de TI, Colaboração, Aceleração e por fim, Parceria.

 

Miles Ward, diretor global de arquitetura de soluções da Google Cloud, potencializou o evento, afirmando que “hoje estamos escrevendo o livro das operações” e completou “não importa se sua empresa é grande ou pequena, logo ela estará nas nuvens”.

 

O Google Cloud Summit, ainda reservou importante espaço para tratar sobre segurança da informação, criptografias e relevou informações sobre seu mais novo projeto, o TITAN Chip, responsável por toda produção criptográfica de sua nuvem, garantindo maior segurança de dados, o denominado “Data Loss Prevention”.

 

 

Por outro lado, o Sr. Fuzzy Khosrowshari, diretor da Google Cloud no Canadá, empolgou os presentes com emocionante apresentação, fazendo alusão à escadaria de Selaron no RJ, que conta com ladrinhos de mais de 60 nações. “Hoje o Google possui mais de 15mil programadores espalhados pelo mundo, trabalhando em códigos abertos para transformar a inteligência artificial”, relatou. Através de tecnologia “Smart Reply”, resposta inteligente, a Google pretende revolucionar a capacidade de aprendizado das máquinas, onde sem interação humana, elas consigam se comunicar.

 

John Lucena, diretor Técnico Google Cloud Latin America, e João Carlos Bolonha também diretor da LATAM, trouxeram ao evento dados relevantes. A Google acredita que até 2025 serão gerados cerca de 163 zettabytes de dados e que a Inteligência Artificial será soberana, contando com a participação de todas as pessoas interessadas. De acordo com Lucena, ainda, é necessário “use the right tool for the job” em simpática alusão aos programas de edição de planilhas, que em breve receberão importante participação de inteligência artificial.

 

 

A grande certeza que tivemos após a finalização do evento, é que o BIG Data já é realidade, inteligência artificial também e estarão amplamente espalhadas através da Google Cloud, de acordo com a sra. Feresth Mavar, engenheira da Google no Canadá. E claro, os empregos como conhecemos hoje serão totalmente reformulados.

Fernando Adoka é professor, palestrante, escritor, administrador, publicitário, analista e desenvolvedor de sistemas. Leciona para os cursos de gestão, tecnologia da informação, formação inicial continuada, técnico e de aprendizagem industrial no SENAI-SP. É autor dos livros "10 Lições que Aprendi no Negócio mais Dificil do País" e "Diga Giz"

0 Comments

Deixe sua opinião: